Publicado por: Josué | 26 outubro, 2008

MOÇÃO 8 – Organização do Congresso Nacional da JELB ser responsabilidade de uma região, distrito ou UJ

Considerando que:

 

Ø  Sendo o CG responsável por toda a organização do Congresso Nacional, inclusive pelo local, acarreta o grande dispêndio de tempo e trabalho no último ano de gestão apenas para tal tarefa, comprometendo o andamento e acompanhamento de outras tarefas e projetos.

Ø  A disposição de chapas e de jovens vocacionados para o trabalho no CG da JELB fica prejudicada quando atrelada às condições para a realização do Congresso na micro-região de origem dos jovens, além de ocasionar ser o ponto central entre os jovens luteranos para a escolha da melhor chapa para o CG o local do próximo Congresso.

 

Propomos:

 

Ø  Atribuir a organização do Congresso Nacional no que diz respeito à hospedagem e local do evento a uma região, distrito ou UJ indicado na plenária do Congresso Nacional, retirando esta atribuição do CG.

Ø  O acréscimo ao Regimento no final do “Capítulo III – Dos Congressos”:

        “Art. – O local da realização do Congresso seguinte será escolhido em plenária do           Congresso, entre locais em que jovens de regiões, distritos ou UJ’s se proponham como     comissão hospedeira.

        a) As chapas candidatas a comissão hospedeira devem ser inscritas antes da plenária do             Congresso e devem ter autorização do pastor da paróquia, em caso de UJ, ou em caso de              região ou distrito do respectivo pastor conselheiro.

        b) As chapas para comissão hospedeira devem ser compostas de no mínimo 6 jovens e 1            pastor.

        c) A escolha do local deve seguir preferencialmente o rodízio entre regiões geográficas do             Brasil.”

Ø  Proceder as necessárias alterações estatutárias.

 

Juventude Evangélica Luterana da Paz – JELPAZ

Comunidade Evangélica Luterana da Paz – Rio de Janeiro

 

Míriam Starosky – Liderança JELPAZ


Responses

  1. Eu concordo plenamente com as justificativas dessa moção, na observação de que organizar o congresso tira muito tempo do CG que deveriam estar focalizados nos projetos da JELB.

    Por outro lado, não concordo com a parte prática da proposta que não dá liberdade criativa para aqueles que quiserem se candidatar à organização do Congresso. Por isso, eu diria que essa proposta deveria abranger tudo o que for relativo ao congresso: local do evento, hospedagem, programação, menos a parte financeira que precisa ter o respaldo de alguém legalmente responsável.

    Eu adoraria ver CG em um estado e congresso em outro. Mas detestaria me dispor para ser pau mandado do CG e só ficar correndo atrás de questões burocráticas.

    Essa comissão deve ter total autonomia administrativa e mesmo financeira, respondendo ao tesoureiro nessa última parte, não esquecendo que sua obrigação é organizar um Congresso para a JELB em nome do CG que o convocará oficialmente.

    Nada disso impede que o CG peça determinados espaços no congresso e que a programação seja elaborada em conjunto, mas a autonomia é do pessoal eleito ou escolhido pelo plenário para tal realização.

    Essa é a minha opinião sobre essa moção.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: