Publicado por: Luise Lüdke | 11 maio, 2009

Só Jesus salva

Estava eu, pensando qual versículo usaria de base para a devoção desta semana do ConjugaJelb, quando resolvi usar como base uma experiência que tive há algum tempo atrás. Contei esta experiência para a minha juventude e deu pano pra manga, até deu pra inspirar uma peça de teatro!

Eu viajo todo mês para Santa Catarina, onde fico uma semana estudando e cumprindo com meu curso de mestrado em saúde. Resultado: seis vôos mensais… E nessas idas e vindas, as turbulências às vezes me pegam desprevenida! Certa vez, em meio a um ‘episódio turbulento’, enquanto segurava os braços do assento com força e apertava meus olhos bem fechadinhos, esperando que o pior passasse, imaginei a seguinte cena: o avião caindo (claro!), e eu, desesperada, me levantando da cadeira em meio as máscaras de oxigênio amarelas gritando ‘SÓ JESUS SALVA’, na esperança de que alguém, na iminência da morte, aceitasse Jesus como seu salvador.

Seria cômico se não fosse trágico não acham?! Quando contei para alguns amigos, rimos juntos da situação, mas quando me lembro dessa cena que imaginei (e olha que já faz alguns meses), algo me preocupa e incomoda muito, e gostaria de refletir com vocês sobre isso.

A pergunta é: Precisamos aguardar uma situação caótica, como um avião caindo, para então falarmos de Jesus ao nosso próximo? São tantas pessoas que fazem parte do nosso cotidiano, que convivem conosco, pessoas próximas que podem estar neste momento precisando ouvir que Jesus é o nosso salvador, que só Ele salva! Mesmo que nosso dom não seja o de evangelizar, temos uma missão como cristãos de falar do amor de Deus e do seu plano de salvação que é Jesus!!! E podemos fazer isso de diversas maneiras: conversando, cantando, pintando, respeitando o próximo, trabalhando, brincando… ou seja… podemos testemunhar com a nossa vida!

Bom, contando esta experiência para vocês e refletindo sobre ela, gostaria de estimular os jovens luteranos na discussão sobre nossa missão de levar Cristo para Todos, afinal, este também é o lema do novo CG da Jelb, baseado em Jeremias 1.7 ‘Não diga que é muito jovem, mas vá e fale com as pessoas a quem eu o enviar e diga tudo o que eu mandar’:

Não Esconda O tesouro Testemunhe o Evangelho da Salvação – NEOTES

Discutam sobre esse tema, deixem seus comentários, vamos trocar idéias e assim levar mais e mais pessoas a Jesus!


Responses

  1. Oi Luise,

    é verdade. São muitas as vezes que a gente pensa que deveria falar, mas não fala! Ou quando percebemos, a oportunidade passou, ali, na sua cara.

    Acho que é falta de prática. Temos que nos acostumar a evangelizar, assim como estamos acostumados a falar do resultado do jogo, das fofocas dos famosos, da última moda. Por que falar de Cristo às vezes parece ser tão difícil?
    Falar que somos cristãos sai com facilidade. Mas e na hora de dizer das coisas maravilhosas que Deus faz por nós, é tão difícil.

    O jeito é continuar orando, pedindo a ajuda de Deus para que possamos falar Dele mais vezes, e com mais facilidade.

  2. Muito bom o post, Lui
    Realmente, esse seu depoimento nos faz, além de rir, refletir sobre o nosso testemunho. Acho que é sentimento geral de todos os luteranos essa vontade de ser testemunhas mais ativas da salvação, mas como temos dificuldades nisso, falo isso por mim, que mesmo na família ou na nossa amizades mais íntimas é difícil testemunhar. Quero crer que esse desejo que nos tem incomodado possa ser um estímulo para aos poucos podermos aprender e a ter coragem de testemunhar. Tem um ditado ou passagem bíblica, agora naum lembro a fonte, que diz que a boca fala do que o coração está cheio. Creio que estamos começando a encher o nosso coração de fé na mensagem de Deus, e o que agora é um desejo ainda pouco realizado vai se transformar em ação efetiva. Espero que Deus nos abençoe nisso. Amém.

  3. Oi Natasha! Saudades de vc! Entao…vc tocou em um ponto bastante importante: a oração! Tenho pedido mais ultimamente que Deus me dê oportunidades de falar do seu amor, se não for com palavras, que seja em atitudes! Tudo que pedirmos em oração, crendo, receberemos não é mesmo?! Entao, vamos pedir que Deus nos guie, oriente, dê fé e coragem de testemunhar!!!

    Daí, Jerri, estimulados pelo Espirito Santo, vamos ter mais vontade de estudar a palavra de Deus e nossa boca consequentemente falará do que o nosso coração está se enchendo!!!

    Maravilhoso né?! Não subestimemos o poder de uma oração sincera e humilde diante de Deus!

  4. Lui…
    Amei o post!!!
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Bom… só pra dar um exemplo de como no dia-a-dia podemos falar de Deus, e nem precisa ser com palavras, expressar que acreditamos e confiamos nele, e até usar isso pra puxar assunto.
    Esta tarde fui até meu antigo colégio, entregar uns documentos, e eu estava com a camiseta do nosso congresso de 2007, escrito bem grande “Unidos pelo amor de Deus”. Quando passei por um colega, ele logo me abordou “Ana, vc já leu ese livro?” me mostrando o livro, na hora não entendi, pq nunca conversei muito com ele. Ele continuou “É um livro evangélico para os jovens” continuei sem entender, e enquanto ele falava um pouco do livro, é q fui me dar conta, a camiseta. Se não fosse ela, ele não teria puxado o assunto.
    Na hora fiquei meio sem reação, é o medo, eh como a Natacha falou, a falta de treino, se eu tivesse digamos “acostumada” eu conseguiria puxar assunto com ele na hora…
    Acho que é falta de treino, e de conseguir meios pra chegar no assunto.
    rs

    BeijoO

  5. “Ouvi uma vez a palvra de Deus. Ouvi duas vezes e nada mudou, onde eu errei?
    Sendo apenas ouvinte logo esquecerás.
    Sendo bom praticante da palavra de Deus, tudo guradarás.”

    Creio que temos dificuldade em falar de Jesus por não fazermo disso uma prática constante da nossa vida.
    Quando praticamos vamos desenvolvendo nosso potencial.

    Então ..vamos praticar!

  6. “Não importa onde for…vou testemunhar do AMOR” … Luh que possamos estar preparados para testemunhar o amor de Deus, falar do seu amor e do seu plano de salvação. E com certeza testemunhar com a nossa vida!
    Amei o texto!!! estava aqui imaginando este fato, e vc com esse jeitinho único de levantar e anunciar “só JESUS salva”…. Estava pensando em levar o texto para a reunião da Juventude e fazer um dinâmica de refexão, tipo: o que vc faria se isto acontecesse com vc? podemos imaginar quais seriam as nossas atitudes neste momento? enfim, vou estudar uma dinâmica legal para refletir o assunto!!

    Amiga saudadessss!!! Que o texto nos sensibilize para nos prepararmos para falar mais do amor de Cristo Jesus….. como diz a Agnes, que façamos isto uma prática constante!!! Então…….Vamos praticar!!!!

  7. Aninha…tá vendo como falamos sem nem precisar abrir a boca!! rsrs Por isso temos que cuidar muuuito mesmo tbem das nossas atitutes e reações, porque elas tbem falam por nós!

    Agnes, tem toda a razão! A prática é tudo, veja o caso da Aninha…apenas temos que começar, e pedir ajuda qdo necessário! Conversar com mais pessoas, ler mais a Biblia e textos sobre o assunto, ou seja, nos preparar melhor!

    Boa idéia Paty! O texto pode servir como um ‘start’ para a discussão da nossa missão de testemunhar o amor de Deus e ir por todo o mundo pregar o Evangelho!

    Quem sabe a partir dessa reflexão a juventude aí de Belém não se empolgue e pense em alguma ação ou projeto nesse sentido?!

    Ao menos, precisamos discutir mais sobre esse tema para que não deixemos acontecer situações extremas para então falar do amor de Deus!

    Muuuitas saudades de vc tbem amiga!!! vc faz mta falta! Bjos

  8. “Uma nação vai guerrear contra outra, e um país atacará outro. Em vários lugares haverá falta de alimentos e tremores de terra. ” (Mateus 24.7)

    Acho que quando Jesus falou sobre o “princípio das dores” (“primeiras dores de parto” na NTLH), ele de alguma forma estava nos dizendo: gente, o avião está caindo e vocês estão aí sentados.

    Eu já tomei consciência faz muito tempo de que o avião está caindo e, ao mesmo tempo, o meu coração ainda está anestesiado com essa praga do comodismo e da conformação. Volta e meia me pego no princípio de uma “depressão” pós “dores de parto” (rs)… me achando um péssimo cristão: cheio de conhecimento sobre a verdade que salva e ainda tão vazio de testemunhos, tão acomodado, tão isolado de pessoas que precisam ouvir falar dessa verdade.

    Comentei isso com o Miguel na sexta-feira da semana passada: se a salvação fosse baseada nos frutos de meus testemunhos eu estaria no inferno. Lembrei também que é uma sensação estranha pois tive tantas oportunidades que considerei tão bem aproveitadas, em meu testemunho, na minha visão, foi “perfeito”: a pessoa queria saber mais e mais, perguntou, questionou, duvidou, se deu por convencida e gostou das respostas; havia sede de querer saber mais.

    Mas perdi o contato.
    Como não conhecia a pessoa, não sei dizer se foi parar em alguma igreja cristã. Outros eu fiquei esperando que me perguntassem sobre a minha igreja, sobre a minha comunidade… alguns eu mesmo convidei mas com um certo receio, pois tendo a ter um certo “preconceito” com a nossa cultura luterana como algo que vá chocar demais a pessoa em termos de músicas, orações, e liturgias.

    Esse assunto tem pano pra manga…

    … e toda vez que olhamos para nosso testemunho e nos sentimos mal precisamos lembrar só de UMA coisa: SÓ JESUS SALVA.

    Antes que a depressão bata, e que a vontade de dar “chibatadas” nas costas surja, precisamos lembrar de Jesus e de sua obra por nós, pois nessa obra encontramos perdão para esses nosso momentos de omissão, fraqueza, sentimento de incapacidade, medo, e dificuldade.

    Do outro lado disso, podemos mais uma vez, agora perdoados, estudar mais a fundo a Palavra dele e nos prepararmos para a próxima oportunidade de testemunho.

  9. “E a um deu cinco talentos, e a outro dois, e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade, e ausentou-se logo para longe (Mateus 25.15) …
    …Disse-lhe o senhor: Muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.(Mateus 25.23)”

    O que estamos fazendo com o dom da fé que o Senhor colocou no coração de cada um de nós?

    Por vezes, assim como o Rahel, me pego em “depressão” por não ter sido uma serva fiel. Medo, vergonha, falta de prática..tudo isso me leva a fracassar no testemunho da minha fé em Jesus.
    Me resta clamar pela misericórdia do Senhor e rogar a força do seu Espírito para não deichar que as oprotunidades simplismente passem por mim, mas que eu saiba aproveitar cada uma delas.

  10. Oi Rahel!
    Compartilho do teu sentimento… A gente sabe que tá tudo errado, que o avião tá caindo, mas permanecemos na incércia, simplesmente continuando a vida… Os sinais de que o avião tá caindo são muitos…

    Tbem tenho essa senção ruim ao convidar um amigo para o culto..será que a pessoa vai achar o culto mto tradicional? O que será que ela vai pensar? O que eu devo fazer??? E aí a gente se sente péssimo mesmo…aafff

    Lembrando do post passado do Jerri, sobre nossa identidade ser Jesus, devemos convidar as pessoas orando e esperando que o Espirito Santo possa agir nela e que ela possa reconhecer Jesus como seu salvador, e não esperar que ela se identifique com o estilo de culto e outras coisas da igreja..apesar disso tbem ter sua importância!

    Eu desejo mto sair desse comodismo e parar de sentir esse medo todo de convidar as pessoas para ouvirem sobre Jesus…

    Ai que dorzinha no coração..
    Que Deus nos perdoe e nos ajude a cumprir nosso prósito aqui…Amém!

  11. Pessoal…
    Assim com no post “teatro e Missão” o Rahel e outros comentaram que teatro não precisa necessariamente falar de abertamente de Jesus para ser um teatro cristão, sinto que o testemunho seja assim tb. Estou trabalhando em uma escola e vejo a cada dia que o comportamento, ética, responsabilidade, atenção, carinho, etc… São ótimos meios de testemunhar o amor de Deus em nossos corações.
    É muito bom quando alguém pergunta: “vc é cristã?” e eu digo “sou, pq?” e a pessoa diz “noteu que vc tinha algo de diferente”.
    Olha a responsabilidade de sermos espelhos do amor de Cristo.
    Até mais.

  12. […] Só Jesus salva 11 May 2009 by Luise Lüdke on Reflete JELB …  em meio as máscaras de oxigênio amarelas gritando ‘SÓ JESUS SALVA’, na esperança de que alguém, na iminência da morte, aceitasse Jesus … Tags: Jelb, testemunhar, Jesus, Conjuga JELB, Jelb, testemunhar, Jesus […]


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: