Publicado por: Daniela | 10 julho, 2009

Criar e Atuar!

Escrito por: Marlus Seling!

Criar e atuar!

Criar, como o próprio nome diz é dar origem a; gerar; formar; produzir; inventar e imaginar.
Atuar, é agir! Fazer!
Criar e atuar são dois verbos fundamentais a ser observado para quem faz teatro.
Muitas vezes quando fazemos teatro achamos que a única coisa que precisamos é atuar. Esquecemos de Criar. Quando colocamos apenas o atuar e esquecemos o criar podemos não dar importância ao conjunto do teatro.
Eu estou falando aqui de teatro evangélico, ou teatro cristão. A minha preocupação está justamente no conteúdo que uma peça teatral tem. Quando falamos em teatro evangélico, “o bonito, o legal, o emocionante e o impactante não é suficiente”, precisamos de “CONTEÚDO”. E conteúdo é o que muitas vezes falta em nossos teatros. Conteúdo, aqui se lê: conteúdo bíblico e que vá de acordo com o que a bíblia revela.
Antes de escrever este artigo dei uma “pesquisada na net”. Se você for ao Google e digitar “teatro evangélico” certamente encontrarás muitos sites e blogs que divulgam o teatro e disponibilizam peças de teatro para igrejas. Mas será que essas peças tem conteúdo teológico adequado ao que a Palavra de Deus ensina? – Infelizmente muitas não.
Muitas peças são escritas por ideologias doutrinárias. As peças têm o conteúdo doutrinário de uma denominação religiosa, sufocando a verdade bíblia e às vezes até escondendo.
Não estou generalizando, apenas alertando. No meio gospel onde músicas e peças de teatro circulam livremente e são apreciadas por muita gente, temos que reter o que é bom e útil. Ser crítico é a palavra chave, para avaliar e aproveitar o que serve e vai de acordo com a palavra de Deus.
Certa vez participei de uma noite cultural, onde juventudes apresentavam peças para concorrer qual era a melhor. Todos os teatros eram de grupos de jovens da igreja luterana. Mas numa peça eis que surge a doutrina do arrebatamento (Doutrina pagã, segundo algumas igrejas o Arrebatamento é “aquele momento quando o Senhor Jesus virá para arrancar a sua igreja do caos deste mundo”. O arrebatamento ensina que Jesus virá e arrebatará os crentes antes de julgar o mundo, antes da grande tribulação. Nós cremos no que a bíblia diz: que Jesus virá e julgará a todos no mesmo instante, e assim os que morreram e creram em Jesus serão ressuscitados e, aqueles que estiverem vivos e que creem em Jesus serão levados por Jesus até o céu e assim viver com Cristo eternamente, como diz Paulo em 1 Tessalonicenses 4. 16-17.). A peça era legal, criativa e impactante. Mas o conteúdo, infelizmente pregava uma doutrina errônea e contrária à palavra de Deus.
Certamente peça como esta, foi copiada da internet entre muitas que lá tem. Os jovens preocuparam-se apenas em ATUAR, esqueceram do CRIAR, ou pelo menos ADAPTAR.
Nós como cristãos somos convidados a testemunhar, falar de Jesus as outras pessoas, ensinar a verdade. Assim tudo que fazemos deve ter como objetivo engrandecer o nome de Deus, mostrar Jesus como salvador do pecador. Podemos fazer tudo isso através do teatro. Mas vamos nos policiar e fazer teatro evangélico/cristão de acordo com a palavra de Deus.
Em todas as nossas peças teatrais Jesus Cristo deve estar no centro, assim como faz a bíblia: O Centro é Jesus Cristo.
Se conseguirmos observar este ponto, colocar Cristo no centro de nossas peças teatrais, seja ela de cunho social ou evangelístico, certamente nós seremos espelhos do amor de Deus às pessoas.
Se nós somos bons no atuar, mas não sabemos criar, vamos pelo menos Adaptar. Vamos ver se a mensagem é a adequada e que vai de encontro com a verdade bíblica.
Abaixo segue algumas dicas para se fazer teatro evangélico. Para Atuar e Criar:

1. Não tenha medo;
2. Não fique envergonhado;
3. Não fique com receio de amarelar, errar;
4. Apenas se preocupe em fazer o melhor para Deus e que a verdade de sua palavra seja anunciada;
5. Se solte (sem exageros);
6. Tente ficar calmo (pode ser por meio de exercícios);
7. Tente ficar na situação de seu personagem, bola pra frente;
8. Nunca fique de costa para o público, exceto em cenas que exijam;
9. Fale alto e em bom som, observe sua dicção;
10. Nunca fale olhando para baixo, nunca fale rapidamente, observe o ritmo adequado;
11. Tente ser o mais natural possível em suas interpretações;
12. Quando pegar algum roteiro, se for diferente da realidade do local em que será apresentado, tente modificar, fazer alguns ajustes aqui, ali, até que encaixe. Isso vale também para a mensagem. Se tiver frases que não se encaixam com a palavra de Deus, modifique-as, adapte.

Assim você pode Criar, Atuar, e através do teatro ser testemunha do amor de Deus e da salvação que há para quem crê em Jesus Cristo.

Abraços!


Responses

  1. Ótimas colocações!

    Sim, falta muita crítica na nossa igreja.
    E, pensando nessa linha, falta crítica sobre nossa própria produção. Nós não sabemos criticar para criar e adaptar e não sabemos ser criticados.

    E tenho dito por aí que isso não é apenas problema de luterano da IELB… é problema de brasileiro. Brasileiro, generalizando, é claro, via de regra, não sabe trabalhar em equipe justamente porque um dos principais requisistos para trabalhar em equipe é saber criticar e ser criticado.

    Eu volto a ressaltar apenas que, na minha visão sobre o teatro cristão, Cristo está no centro do grupo. E isso faz com que o grupo se volte sempre para a Palara de Deus na atuação, criação e adaptação.

    Faz também com que o grupo saiba discernir quanto uma peça deve falar claramente sobre o caminho, a verdade e a vida, e sobre quando uma peça deve ter um cunho mais social, de dar o pão sem aquela premissa de estar evangelizando; ou seja, se somos chamados muitas vezes para simplesmente estender a mão sem entregar um folheto missionário, ou dar um abraço sem insistir no evangelismo, chorar com os que chorarm, porque não aplicar isso às nossas peças e produzir algumas que apenas ajudem as pessoas a refletir sobre seus problemas com as drogas, sobre sua vida em família, sobre o abandono e descaso do governo, enfim… nada disso diminui o fato de que estaremos fazendo isso cristocentricamente, por amor aos nossos próximos.

    Esse é um dos objetivos do Atos29… criar peças de cunho social para grupos que tem Cristo no centro e querem levar uma mensagem de reflexão social que não entre em conflito com a Palavvra de Deus; como também criar peças para incentivar cristãos, aí sim, com a Palavra de Deus claramente pronunciada como incentivo.

    Por fim, uma sugestão:
    Não seria interessante a Comissão de Teatro criar um grupo de crítica e adapatação?

    Ou seja… tenho uma peça que achei na internet e gostei, quero sugestões e críticas de pessoas qualificadas sobre o conteúdo dessa peça. Mando para esse grupo.

    .abraços.
    .el.

  2. Oi Rahel,
    Sua sugestão sobre o grupo de crítica e adaptação é jóia, inclusive já falamos algo parecido sobre as peças que estão no ArteJELB Online, certo? Bom, estou esbarrando em falta de equipe, por favor, interessados em integrar a comissão de teatro, animem-se, entrem em contato!!!!!
    Ufa… depois do desespero….hehehe
    Quanto ao modo de utilizar teatro, tenho uma experiência que foi exatamente o contrário do que o Rahel citou. Eu dirigi um grupo de de dança litúrgica a um tempo atrás (12 pessoas) de 10 a 45 anos. O grupo acabou em menos de seis meses porque algumas lideranças da congregação criticaram tanto a falta de “Jesus no coração” que resolvemos parar de ensaiar, foi um erro, pq este grupo trouxe frutos para a congregação. O que quero dizer com isso: As vezes fazendo o contrário tb é legal, pegar um grupo de pessoas relapsas ou até de fora da igreja e encenar algo sobre Cristo pode transformar a vida destes atores, pois quando as pessoas percebem que estão falando, dançando ou encenando algo que não faz parte da vida delas, elas param para pensar.
    Até mais.

  3. Bem…

    … acho que nada verdade, esse grupo que você citou, Daniela, não foi o contrário do eu falei não.

    Eu entendo que havia Jesus no coração daquele grupo, afinal, a ação que o Espírito Santo promoveu através de você com relação aos “relapsos ou até de fora da igreja” é mais um exemplo de como o teatro cristão pode funcionar.

    Se os relapsos e de “fora” não tinham Jesus no coração é outra história e uma história bem complicada de julgar… errou no amor, considerando a sua narração, essa congregação.

    Eu continuo achando que onde tem Jesus no centro da motivação do teatro, seja na ação de uma pessoa, seja no texto, seja no teatro social, temos teatro cristão… afinal, o ministério continua o mesmo e único ministério da Palavra no centro.

    .el.

  4. Oi Dani..Oi rahel..Oi a todos

    Fiquei pesando na questão central de ter “Jesus no coração” para que as coisas dêem certo ou não, ou mesmo dêem frutos ou não.
    Enfim…aqui em Palmas temos um grupo de louvor (ou banda, ou grupo vocal..sei lá.. o nome não importa). Apesar de todos os integrantes serem cristãos consagradas, no início enfrentamos muita resistência e críticas por parte de alguns membros da igreja.
    Ouvir críticas (principalmente de irmãos da fé) as vezes dói bastante. Dá vontade de parar tudo.
    Mas não podemos esquecer, jamais, as promessas do Senhor: ” Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus! Romanos 8.28″
    (mesmo que seja só uma pessoa que ame a Deus.. não é Rahel?)
    Uma coisa que me marcou muito no Congressão foi a palestra do pastor Carlos Crack, onde lee disse: ” a missão da igreja (do cristão) é plantar, quem colhe os frutos é Deus. A igreja (o cristão) planta para aprender a plantar cada vez melhor , mas Deus é quem colhe os frutos”
    Não paramos…continuamos plantando..(que dizer..tocando)
    Hoje já vemos uma nova geração de músicos na congragção, são outros jovens, outros corações consagrados, mas todos são frutos do Senhor .

    Quero continuar plantando (tocando.. ,cantando.. , dançando..,falando..,)!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: