Publicado por: jerritomm | 25 janeiro, 2010

Eu quero ir pro céu

Filipenses 1.21-24 – “Pois para mim viver é Cristo, e morrer é lucro. Mas, se eu continuar vivendo, poderei ainda fazer algum trabalho útil. Então não sei o que devo escolher. Estou cercado dos dois lados, pois quero muito deixar esta vida e estar com Cristo, o que é bem melhor. Porém, por causa de vocês, é muito mais necessário que eu continue a viver.”

Somos cristãos e acreditamos no CÉU. Um lugar muito melhor do que a realidade em que vivemos. O céu é descrito como sendo um local que nada que temos aqui neste mundo pode ser comparado com a maravilha que teremos lá. A nova Jerusalém, com ruas de ouro, onde seremos iluminados com a glória de Deus. A pergunta que fazemos diante disso é por que nos apegamos tanto a esse mundo, por que nos assustamos tanto diante da morte de alguém e tememos a nossa morte, por que buscamos tanto nos manter vivos neste mundo? Não seria melhor morrer logo e ir para o céu, que é um lugar tão maravilhoso?

Quando fomos criados, a terra era para ser o nosso paraíso, em que viveríamos na mais completa alegria e prazer, teríamos o mundo todo para nós. Mas com a queda, a morte se tornou parte da nossa vida e Deus planejou uma nova realidade para nós, um novo Céu e Nova Terra, uma criação recriada ou purificada. A morte, como consequência do pecado, entrou em nossas vidas sem termos sido planejados para esse fim. Lutamos contra a morte porque não fomos criados para morrer, mas para viver eternamente. Também lutamos contra ela porque a morte nos mostra a consequência do nosso pecado, do momento limite onde tudo é decidido – céu ou inferno. Mesmo sendo cristãos conscientes e confiantes na obra de Jesus em nosso favor, ainda assim a morte nos assusta e por isso queremos estar o mais distante possível dela.

Por nascermos neste mundo, também entramos numa programação que é resultado da ordem de Deus lá na criação – tenham filhos, espalhem-se e dominem a terra. É nessa programação que ainda vivemos, nascemos, crescemos, casamos, temos filhos e trabalhamos para dominar a terra. Mas com a vinda de Jesus, parece que um pouco dessa programação parece perder um pouco do sentido, porque ele nos diz que não devemos viver tanto para esse mundo, mas para o próximo. Somos aconselhados a não pensar tanto no dia de amanhã, no que vamos comer ou vestir, que não devemos encher depósitos de bens. Paulo até aconselha a não casarmos. A nossa programação parece ter sido modificada um pouco.

Além de tudo isso, quando nos deparamos com todas as dificuldades que surgem em nossas vidas, doenças, problemas com as pessoas, com o trabalho, com a família, parece ser um incentivo ainda maior pra querermos morrer logo e ir para o céu.

Mas como não somos nós que decidimos a hora da nossa morte, e as vezes isso é verdade até para um suicida, heheheh, temos que confiar em Deus e esperar. Além disso, estamos neste mundo como cristãos para cumprirmos uma nova programação, ser operários na construção do Reino de Deus. Se Deus não tivesse mais algum trabalho ou boa obra para nós fazermos, já nos teria levado, porque ele sabe que lá no céu é melhor para nós, mas enquanto ele precisar de nós aqui, ele nos manterá neste mundo de sofrimentos e agonias.

Mas é tão ruim estarmos neste mundo mesmo? Se formos comparar com o céu a resposta é sim, mas se formos sinceros e não tão reclamões, perceberemos que apesar de todas as dificuldades somos muito felizes e temos muitos bons momentos nesta vida. Essa é uma das grandes mostras do amor de Deus por nós.

Eu quero ir para o céu e não ficaria triste se fosse amanhã, na verdade ficaria muito feliz lá com Deus na festa celestial. Mas por enquanto, estando neste mundo, sei que Deus tem alguns propósitos ainda para a minha vida. Não sei bem como eles se realizarão ou quais são, mas fico feliz que Ele me veja como alguém útil para de alguma forma ser instrumento nas suas mãos.

“Porém, por causa de vocês, é muito mais necessário que eu continue a viver.” Esta é a parte final do versículo de Paulo. Era assim que ele respondia a reflexão que fizemos. Não estamos neste mundo apenas para fazermos coisas por nós mesmos, mas principalmente pelos outros, para apoiar os irmão na fé e ajudá-los a crescer, para testemunhar a salvação e levá-la a outros, cada um com os dons que Deus deu. Eu não sei bem quais são os meus e muitos dos meus amigos também não sabem, mas tenham a certeza que Deus está nos usando para o seu reino. Eu creio nisso. Creiam também. E quando chegar a hora de ir para o céu, não se assustem, nos encontraremos lá e será maravilhoso.


Responses

  1. Eu encontrei este teu artigo por acaso através do Google, li os dois primeiros parágrafos e desliguei o monitor do meu computador e fui para a igreja.

    Quando voltei, um pouco abatido por alguns motivos liguei o monitor e vi este artigo e li, e Deus falou profundamente comigo. Fui abençoado em nome de Jesus!!!

    Que Deus abençoe a todos em nome do Senhor Jesus.

  2. Nossa, fiquei muito feliz Breno.
    Que Deus te abençoe e guie. Que a voz de Deus (as Escrituras) possa te guiar e te dar consolo.
    Fico feliz por Deus ter usado este espaço para te ajudar.
    Um grande abraço. Deus te cuide

  3. Você publicou um Ato muito bom caro Jerritomm. Que Deus te abençoi!

    e o céu será com certesa á nossa morada!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: